Ao chegar à sua quinta edição, o festival Música em Trancoso promove o encontro da música clássica com o samba, tango e o rock. O evento acontece de 5 a 12 de março, a partir das 17h, no Teatro L’Occitane. Os ingressos custam R$ 120,00 por noite.

Para esse ano, a atração mais aguardada será o músico norte-americano Bobby McFerrin, que se apresentará duas vezes. Na noite de abertura (5/3), denominada “Bobby Meets Brazil”, ele irá reger a Orquestra Experimental de Repertório (de São Paulo); na segunda-feira (7/3), será acompanhado ao piano por Cesar Camargo Mariano — que comanda a tradicional soirée “Bossa Nova” desde a primeira edição do festival, e sua banda composta por grandes instrumentistas da música brasileira.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO 5º FESTIVAL MÚSICA EM TRANCOSO

05 de março
“Bobby meets Brazil”
Orquestra Experimental de Repertório (São Paulo)
Bobby McFerrin, regência
Maciej Pikulski, piano

06 de março
“Opereta”
Orquestra Experimental de Repertório (São Paulo)
Carlos Moreno, regência
Elena Graf, violino
Angelika Kirchschlager, mezzo-soprano
Rafael Fingerlos, barítono

07 de março
“Bossa Nova”
Cesar Camargo Mariano
Bobby McFerrin, vocal
Armando Marçal, percussão
Conrado Goys, violão acústico
Sidiel Vieira, baixo
Josué dos Santos, saxofone/flauta
Thiago Rabello, bateria
Walmir Gil, trompete e flugelhorn

08 de março

“Música de Salão”
Salon Chamber Soloists Basel:
Elena Graf, violino
Sofia Roldán Cativa, violino
Ana Helena Surgik, violoncelo
Bernd Schöpflin, contrabaixo
Carl Maria Buttgereit, piano
Angelika Kirchschlager, mezzo-soprano

09 de março

“Música de Câmara”
Lorenz Nasturica Herschcowici, violino
Rüdiger Liebermann, violino
Clément Courtin, viola
Michael Hell, violoncelo
Emilio Yepes Martinez, contrabaixo
Benoît Fromanger, flauta
Matthias Ambrosius, clarinete
Walter Seyfarth, clarinete
Jörg Brückner, trompa
Sebastian Stevensson, fagote
Maciej Pikulski, piano
Alunos escolhidos nas masterclasses

10 de março
“Jam Session”
Cesar Camargo Mariano, piano e direção
Rüdiger Liebermann, violino
Lorenz Nasturica Herschcowici, violino
Clément Courtin, viola
Michael Hell, violoncelo
Emilio Yepes Martinez, contrabaixo
Sidiel Vieira, baixo
Conrado Goys, violão acústico
Benoît Fromanger, flauta
Josué dos Santos, saxofone/flauta
Walmir Gil, trompete e flugelhorn
Walter Seyfarth, clarinete
Matthias Ambrosius, clarinete
Sebastian Stevensson, fagote
Armando Marçal, percussão
Thiago Rabello, bateria

11 de março

“Ópera”
Orquestra Sinfônica de Minas Gerais
Benoît Fromanger, regência
Rüdiger Liebermann, violino
Lorenz Nasturica Herschcowici, violino
Michael Hell, violoncelo
Walter Seyfarth, clarinete
Sebastian Stevensson, fagote
Jörg Brückner, trompa
Angelika Kirchschlager, mezzo-soprano
Rafael Fingerlos, barítono

12 de março
“Rock Symphony”
Orquestra Sinfônica de Minas Gerais
Wolfgang Roese, compositor e regente
Alex Melcher, cantor
Mennana Ennaoui, cantora
Angelika Kirchschlager, mezzo-soprano
Rafael Fingerlos, barítono

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here